Sadhana Informática
Procurar: ok






Posições obtidas
das efemérides
do programa
Astrologia Natal


Você está aqui: Home > Leituras > Textos e Artigos > Escorpião, Casa 8, Plutão...

Seção de Textos e Artigos


Escorpião, Casa 8, Plutão...
Mudanças, Coragem, Força, Dor
por Emar Vigneron



O signo de Escorpião sempre foi mal visto, mal falado, amaldiçoado. As pessoas os consideram vingativos e perigosos. Mas a coisa não é bem assim.

Na verdade, esse signo sente tudo com profundidade, desde o amor, a amizade, até o ódio. É o mais profundo do zodíaco!

Mas Escorpião não é só isso! Escorpião é percepção, sensibilidade, força, coragem, ausência de medo. Nascer com o sol, ascendente, lua, planetas pessoais, aspectos fortes com Plutão, ou stellium na casa 8, é sinal de emoções profundas, experiências fortes, enfrentamento de grandes dificuldades, mudanças inesperadas e radicais.

Quem passa por tudo isso se torna uma pessoa forte e muito destemida. Afinal, sabem como ninguém, que tudo é mutável, transitório. Então, para que temer? Lá na frente, novas mudanças acontecerão e tudo pode melhorar. Escorpião é fé!

Quem aceita a impermanência tende a viver de forma profunda tudo o que aparece na sua vida. O amor pode acabar amanhã, então vamos vivê-lo com intensidade e aproveitar todas as suas facetas. Aquela pessoa pode não mais estar próxima daqui há algum tempo, então vamos conviver de forma profunda. A fase próspera acabará, vamos usufruir ao máximo. Tudo é vivido dessa forma devido à crença de que será passageiro.

O escorpiano sofre grandes golpes na vida, passa por grandes dores, porque é um signo profundo. Não tem a superficialidade de alguns outros, que acabam não sentindo tanto uma perda, uma desconsideração da mesma forma que esse valente signo.

É um vencedor, um sobrevivente!

Enganar um escorpiano é muito difícil, pois percebem mais do que as demais pessoas, "sentem" o que não foi dito nem mostrado. Daí o fato de profissões como psicologia, psicoterapia, arqueologia, astrologia, pesquisa, serem tão indicadas para ele.

Descobrir o que há "por baixo dos panos" é uma coisa que esse signo adora fazer. Como a superficialidade não é seu forte, ele busca a essência, a origem, os porquês.

A sensualidade é inegável. Escorpião emana uma aura de sensualidade que atrai e repele ao mesmo tempo. Atrai porque quem não quer descobrir os mistérios que sutilmente ele insinua? Repele porque os seres humanos temem a profundidade, o envolvimento, a entrega total e irrestrita, que esse maravilhoso exemplar do zodíaco tão maravilhosamente representa.

Temer um escorpiano? Sim, devemos temer. Sabem por que? Porque como nada com ele é pouco ou fraco, a mágoa também não o é. Já imaginaram esse signo com ódio ou ferido? É só nos reportarmos ao animal escorpião, que fere e mata, que prefere se suicidar do que ser apanhado por outro ser.

Quanta riqueza interior! Que vida maravilhosa e forte! Passar pela vida sem senti-la profundamente, sem vivê-la em sua plenitude, não atrai esse signo que odeia a monotonia, o tédio e a falta de emoções.

Quem quer viver um grande amor, uma grande paixão, o limite, a entrega, a dor profunda, o prazer sem fim, ache um escorpiano e seja feliz!

Plutão, apesar das controvérsias, é, sem dúvida, o planeta que mais se afina com escorpião. Ambos não temem o sujo, nem o sórdido, que, na verdade, representam a realidade. A beleza não é real! Real é o que está abaixo da superfície, e que é mostrado por Plutão e bem aceito pelo escorpião.

Às vezes me pergunto se Nelson Rodrigues era um plutoniano ou escorpiano. Ele soube, sem falsos pudores ou falso moralismo, mostrar as fantasias que habitam o interior do homem. Não há como negar que aqueles seus personagens são a representação nua e crua dos desejos sexuais que estão ocultos da sociedade. O nosso lado que ninguém mostra, que ninguém vê. É como negar a sombra. Todos a temos e, muitas vezes, precisamos do outro, para reconhecê-las em nós mesmos.

Quando eu era jovem, me achava uma pessoa super boa, incapaz de qualquer maldade, uma perfeição. Sempre fui muito solidária e compassiva (características do meu signo solar, Peixes). Um dia, por uma dessas armadilhas da vida, me vi obrigada a conviver com uma pessoa que, sinceramente, detesto até hoje. Essa pessoa carece totalmente de bom-senso. Pois ela, por diversas vezes, me tirou do sério a ponto de o meu lado sombra (aliás, bem escuro mesmo!) aflorar e eu não só planejar, mas também executar, vingancinhas bem maldosas. Desse período em diante, nunca mais neguei a minha sombra. Como disse Jung, só aceitando esse nosso lado é que podemos tentar dominá-lo. Enquanto acharmo-nos acima do bem e do mal, a perfeição, jamais seremos capazes de nos tornarmos algo mais próximo da perfeição e do bem.

Escorpião não nega isso, e vai mais longe ainda, ao conseguir, como ninguém, enxergar esse lado das demais pessoas.

Plutão, em seus trânsitos e progressões, nos empurra para experiências onde temos que, de forma nada agradável, ficar cara a cara com o nosso lado negro. E em seus aspectos natais, nos mostra em que setores teremos que vivenciar o inferno interior. E é a partir de tudo isso, dessas experiências e dores, que crescemos e evoluímos.

Todos temos Escorpião, casa 8 e Plutão em nosso mapa. Aproveitemos as oportunidades que esses aspectos nos proporcionam para crescermos, para sermos totais.

Escorpião é um mestre! Aprendamos com ele sobre a impermanência, sentimentos, força, coragem, sobrevivência e mutação.

Emar Vigneron
emar.vig@uol.com.br

Vega Plus Online


Publique o seu texto

  • Envie o seu texto para o e-mail


Voltar
Voltar à lista de artigos