Sadhana Informática
Procurar: ok






Posições obtidas
das efemérides
do programa
Astrologia Natal


Você está aqui: Home > Leituras > Textos e Artigos > O Yin e o Yang

Seção de Textos e Artigos


O Yin e o Yang
por Benedito José Paccanaro


O Zodíaco possui signos femininos e masculino tal como prega a base da filosofia taoísta: Yin e Yang – os opostos se complementam. O equilíbrio físico e mental depende da integração dessas duas forças e a partir delas é possível harmonizar as relações.

Yin –é energia feminina, ligada à suavidade, à sensibilidade e à intuição. Seu atributo principal é ser receptiva. Está associada ao caldeirão, ao receptáculo que contém a vida, assim como o útero da mulher e a terra, que acolhem as sementes para germiná-las. Além disso, representa a capacidade de materializar os projetos e dar forma às idéias. Yin é o pólo negativo e o lado escuro, mas não está ligado à negatividade, e sim à fertilidade e ao mistério. Atitudes e características yin: aceitação, paciência, introspecção, recolhimento, sensibilidade.

São signos femininos: Touro, Câncer, Virgem, Escorpião, Capricórnio e Peixes.

Yang – energia masculina ligada à força, ao ímpeto e ao pensamento lógico e racional. Está associada ao pênis e a todos os símbolos fálicos, como a flecha, a espada e os movimentos de expansão. Enquanto Yin é a mãe, yang é o pai, o governante e o guerreiro. Yin é a Terra e Yang é o Céu, o pólo positivo e luminoso. Seu atributo é ser criativa. Atitudes e características yang: assertividade, espírito de luta, precisão, clareza, capacidade de tomar iniciativas.

São signos masculinos: Áries, Gêmeos, Leão, Libra, Sagitário e Aquário.

O taoísmo já vinha sendo aplicado há mais de 5 mil anos, bem antes do nascimento do seu grande patriarca, Lao-Tsé. Lao-Tsé teria vivido na China entre os séculos VII e V a.C.: não há consenso entre os historiadores sobre a data precisa.

Com base na alternância da noite e da dia, os mestres chineses deduziram uma lei universal: tudo tem dois lados e eles são complementares.

DOU MU, a senhora do destino: na taoísmo, ela é a criadora das estrelas e das constelações, ela instaura o dia e a noite, a noção dos ciclos, o tempo de vida do planeta e de todos os seres, e é considerada a regente do destino. Segundo o taoísmo, podemos evocá-la para purificar o ambiente, pedir saúde, fertilidade e longevidade. Dou Mu nos ajuda também em períodos de mudanças: favorece as curas físicas e psíquicas, a ampliação da consciência e as transformações profundas.

Texto elaborado por:
Benedito José Paccanaro
bjpaccanaro@uol.com.br

Publicado neste site em 04/09/2006

Vega Plus Online


Publique o seu texto

  • Envie o seu texto para o e-mail


Voltar
Voltar à lista de artigos