Sadhana Informática
Procurar: ok






Posições obtidas
das efemérides
do programa
Astrologia Natal


Você está aqui: Home > Leituras > Textos e Artigos > A Dança dos Planetas no Céu

Seção de Textos e Artigos


A Dança dos Planetas no Céu
enviado por Madalena


Sim, os trânsitos e movimentos diretos e retrógrados podem ser chamados de dança. O conjunto de nossa galáxia com todos os planetas, asteróides e satélites produz uma dança cósmica que a tudo e a todos afeta, transforma e promove os mais diversos sentimentos, estados de espírito, de ânimo ou desanimo. Descobertas científicas, mudanças nos governos, no modus vivendi e nos fatos ditos nefastos ou benéficos, são todos influenciados pela dança destes deuses. Como fazemos parte deste todo, e queiramos ou não, acreditemos ou não, as forças energéticas atuam, nossa vida é muito pouco dirigida e planejada por nossa vontade. Mais uma vez vejo como o livre-arbítrio é tão somente dizer sim ou não a determinada situação nos apresentada. Podemos ser donos de privilegiada intuição e inteligência, mas também estamos sujeitos as nossas necessidades e problemas do passado não completamente resolvidos e sermos manipulados por forças que nós permitimos entrar em nossa psique e nossa vida. E quando se trata de necessidades a coisa piora muito, pois é a voz do instinto da sobrevivência que grita e perdemos muito o bom senso, podendo cair nas estórias mais sem fundamento do mundo e acreditarmos! E a decepção cresce, e a nossa decepção crescendo, a do próximo também é acrescida e a dúvida e os desgostos espalham-se por tudo e podemos perder o fio de nossa vida, aquele que nos levaria ao palácio central, ao coração, onde tudo tem significado, onde a verdade fala alto e atinge a todos , pois o que se faz com o coração é imediatamente percebido, muito diferente quando deixamos de ser nós mesmos para seguirmos regras estabelecidas por quem não sabe usar o coração... Este todo é constituído pelas forças presentes no mapa natal e nos trânsitos e progressões, nos colocando às vezes em situações não desejadas mas que de alguma forma buscamos...

Por que? Porque ainda não aprendemos o suficiente sobre determinado assunto e enquanto este problema, bloqueio ou inadequação existir em nosso ser, estaremos sendo vítimas. Não dos outros, estes são meros aproveitadores de circunstancias, com agravantes, pois crêem que tendo poder sobre outrem e podendo usá-lo estão por cima e são espertos... Estes têm mais problemas ainda... Mas somos nós que nos tornamos vítimas de nós mesmos ao aceitarmos e permitirmos estas intrusões, mentiras, falsidades e franco abuso. Então vamos continuar estudando, vendo onde somos mais vulneráveis, onde nosso desejo se manifesta contra nosso maior ideal, prejudicando-o e anulando-o. Medo, orgulho, vaidade, ressentimentos, recalques, egoísmo, presunção e pretensão sem fundamento, falta de atualização e reconhecimento do novo, são quesitos dos trânsitos planetários pessoais e mundiais e devemos pensar nos dois. Pois o que afeta mundialmente é por estar afetando cada parte.

Podemos estudar isto pelos nossos mapas. Mas é fundamental vermos em qual ponto de evolução planetária a Terra se encontra. E sabemos bem , que há muito uma grande crise cósmica nos atinge , piorando muito nossa condição como ser individual. Sabemos também que não há cura sem crise, mas é duro desejar ser feliz, tranqüilo, e por mais que se faça encontrar uma oposição ferrenha que nos depassa, que não depende de nossos esforços e destrói o que construímos com tanto carinho e esperança com apenas uma caneta... Espero que entendam, que caneta aqui, quer dizer assinatura, ou seja, os donos do poder neste mundo. Ter poder, seja o mínimo que for é o maior teste de espiritualidade deste mundo, pois este corrompe de forma absoluta e a pessoa detentora do poder, muitas vezes se julga inocente, não se dá conta do quanto está esmagando os esforços e esperanças dos outros. Falo do poder dos governos e do poder exercido diariamente, pelas pessoas com as quais lidamos e dependemos para nossa realização. Da nossa família, amigos, cooperadores no trabalho e no amor.

Assim como acontece aqui no nosso microcosmo, nós, as formigas, também acontece nos céus. O poder de cada planeta em transito num signo favorece a expressão deste, tanto para o melhor como para o pior, e muitas vezes nos enganamos quanto a este “melhor”... Pode ser um engano desastroso para a humanidade e para cada ser individual que é afetado em cadeia por esta dança, que do sublime pode passar ao macabro...

E vamos à dança, pois com ela também dançamos...

Estamos vivendo o início de uma nova ordem cósmica. Muitos falam já estamos vivendo na Nova Era de Aquário, mas não compartilho esta opinião. Para mim, que sou da geração dos anos 50, onde a mensagem do mundo era de abundancia e prosperidade e nos anos seguintes vivemos o boom de uma nova forma de vida, com o movimento hippie, a esperança de que no século XXI seríamos plenos de amor e paz, a espiritualidade elevada naturalmente e todos teriam direitos iguais ao bem viver, não pode ser esta época atual... Pois a mensagem agora é: não haverá água, ar, comida... Como ser criativo e espiritualizado, dar valor ao amor e as emoções se não temos o suprimento básico, o mínimo? Vejo os jovens desprovidos de ideais, os que usamos e nos servem de bússola para muitos não tem significado algum, pois estes jovens vêm seus pais em apuros e discórdia e o único valor é o dinheiro. Este é um símbolo muito antigo e universal, mas agora é senhor absoluto, pois quem não o possui não come e em breve se os donos e poderosos do mundo continuarem na sua sede de conquista pelo poder através do dinheiro, realmente não haverá mais nada e só o dinheiro dará condições de sobrevivência, pois até o oxigênio será vendido. Comprem suas cápsulas!Os nossos antigos ideais e símbolos universais estão caindo por terra, pois os estamos desfigurando e não existem novos. Não foram criados símbolos para suprir a necessidade atual. E os jovens se perdem, não possuem mais valores, nem opção, a não ser ficar rico...

Podemos avaliar a evolução planetária por sua passagem pelo zodíaco, os trânsitos, que dançam na nossa galáxia e nem sempre formam os pares ideais e o compasso musical pode se tornar muito dissonante, às vezes além, às vezes aquém da nossa capacidade de compreensão para captar seu significado e utilizá-lo a nosso favor. E neste mundo maniqueísta tudo tem dois lados, a luz e sua sombra. Só ao meio-dia em ponto, tudo é luz, mas representa também seu decréscimo, pouco a pouco o dia tornando-se noite e a meia-noite é o início de outro dia. Nem um, nem outro são bons ou maus por natureza, estas são qualidades aplicadas por nós e o que fazemos com elas. Pois tudo tem seu momento e hora, mas o que devemos evitar é transformar em sombra o que é luz ou está na sua hora de brilhar, e vice-versa para a sombra, manter-se sombra quando o momento assim o pede.

Ou seja, respeitar a natureza, a vida, os homens, os amigos, a família e os companheiros. Avaliar bem antes de proferir uma palavra que pode ferir o outro apenas porque se está descontente consigo mesmo e jogar seus recalques nos outros. O poder da palavra é forte, então pensem bem antes de dizê-la ou mais grave ainda, escreve-la... Pode não haver volta. Estraga-se, o que antes era belo e sadio. Vocês que me lêem, amantes da astrologia, sabem como a Lua num dia pode nos tornar melancólicos, com raiva, ciúme, ou criar dúvidas e confusões emocionais e mentais. Então estudem seus mapas e olhem para dentro de si mesmos antes de acabar um relacionamento por pura projeção de suas próprias dores e dúvidas. O outro pode não entender.

Tudo vem de nós, somos os responsáveis pelo que nos acontece e, sobretudo não usem o poder inadvertidamente por estarem sentindo-se mal e desejarem provar a si mesmos o próprio valor... Isto não tem valor nenhum...

Além da instabilidade lunar, tão rápida, cada 2 ½ dias num signo, temos os trânsitos do Sol, Mercúrio e Vênus, também bastante rápidos, sendo o Sol o único que jamais retrograda como seu símbolo, O Rei, palavra de Rei não volta atrás, reza o ditado. Mas Mercúrio é enganador e traiçoeiro, mesmo estando direto, que se dirá em movimento retrógrado? Sobretudo quando deseja algo para si, pode mentir deslavadamente, apesar de ser o porta-voz de um grupo e comunicador por excelência, mas no seu reino não existe emoção, apenas intelecto e quando deixamos apenas o intelecto agir, viramos robôs programados pelas normas e perdemos o melhor de tudo, a alegria e espontaneidade do amor e a criatividade solar.

O amor, Vênus, deve acompanhar Mercúrio, é a boa vontade, a paz, a união, senão resta apenas um discurso vazio ou pleno de destruição, pois se Vênus e Mercúrio são tão próximos, se este último o ignora transforma o amor em guerra e para isto basta uma palavra...

Vênus e Mercúrio ficam 1 mês em cada signo, a menos claro que estejam retrógrados.

Quando Vênus retrograda, devemos reavaliar o quanto estamos dando e recebendo amor e também benefícios materiais , ficar numa via de mão única não faz serviço para ninguém , todos perdem , até aquele que pensava estar ganhando , saber trocar é a chave. Cada um dando o melhor de si.

Marte, apesar de sua força e ação, demora mais um poço em cada signo, e dança no zodíaco por 2 ½ anos para ter seu retorno no mapa natal. E o período de 2 ½ meses que permanece num signo ou casa ativa demais aquele setor. Pode nos trazer forças para superar alguma deficiência planetária que estejamos vivendo, mas pode também ser motivo de corte e desentendimentos graves. Brigas e discussões por nada, ou melhor, por uso da força bruta sem contar com o intelecto de Mercúrio e a concórdia de Vênus. Não há solos, é um grupo dançando... Marte é bem usado quando precisamos de afirmação e coragem, para apoiar quem precisa ou para cortar algo nocivo antes que seja tarde demais.

O poderoso Júpiter, tido como benéfico, pode fazer grandes estragos também. Aliás tudo que ele faz é grande , esta é a sua qualidade > expandir.

Mas se esta expansão será benéfica ou não, cabe a nós ainda conduzi-la, pois ele é um grande e autoritário rei. E tem seu lado negativo > o egoísmo.

Quando está assim usamos o ditado > parece que tem o rei na barriga... E deve ter mesmo, e passar muito mal com isto, pois ter um rei na barriga provoca má digestão, azia e o fígado se ressente e a raiva se instala...

Então em casos de exageros pensem > onde está meu Júpiter neste momento? Em conjunção com a Lua, quadratura ao Sol, quadratura á Netuno? Algo está fora de esquadro e necessitando reparo, antes da explosão... Júpiter precisa de Mercúrio para equilibrar se este age em uníssono com Vênus. O ciclo de Júpiter dura 1 ano num signo.Pode trazer muitas coisas boas de verdade e muita firula também. As mentiras de Júpiter são parecidas com as de Mercúrio, mas as proporções são maiores.

Agora chegamos aos planetas geracionais. Saturno na astrologia é complementar a Júpiter e não considerado geracional, pois sua estadia num signo dura 2 ½ anos. Mas considero Saturno como o palco da dança e o coreógrafo. É ele quem vai ministrando o compasso, os acertos, o aprimoramento. Num ponto sensível do mapa faz retardar sua função, apenas por desejar a perfeição, embora esta não exista, mas o melhor de nossa capacidade naquele setor deve ser atingido ou rolamos para baixo outra vez e recomeçamos os exercícios básicos. Saturno é o grande mestre do Tempo... Sem ele não há construção coreográfica, nem mesmo chão para dançar. O fundamento de cada signo por onde passa é construído e reconstruído, pois mesmo sendo ele representante do passado também é o construtor do futuro , quando aprova o trabalho e abre seus portais para o além cósmico , o reino dos deuses da mudança e criação. Mas só passará e se realizará quem houver se atualizado, pois ele age de acordo com as épocas. Seu reinado, antes de ser destronado por seu filho Júpiter, foi considerado A Idade do Ouro.

Saturno está retrógrado agora e continua até o dia 4 de maio a 1°41’ do signo de Virgem. Este é o signo do plantio e da colheita. È regido por Mercúrio e Kiron, mas Mercúrio neste signo, ao invés do Hermes brincalhão se reveste do papel de Hermes Psicopompo, aquele que tem o direito de atravessar os umbrais do mundo subterrâneo de Plutão quando precisa levar recados dos deuses. Tem uma função definida e séria. È um estudioso, mas já teve tanto aborrecimento com as traquinagens do Mercúrio de Gêmeos que agora critica tudo. E Saturno neste signo pode acirrar as críticas a um tom insuportável. Pior, como é muito terreno e não tem ligações com o mundo superior, a não ser servi-lo, pode se ressentir e projetar seus defeitos nos outros ou suas grandes frustrações não conscientes ainda. Este é um excelente momento para arrancarmos as ervas daninhas e plantarmos os melhores grãos. É o que colheremos mais tarde...

E então com esta colheita podemos usufruir do poder de conexão com o astral superior. Chegamos a Urano! O imprevisível e maravilhoso Urano, que nos ilumina com seu raio, mas tão rápido é, que se não houvermos bem aprendido a coreografia com Saturno, perdermos o momento do maravilhoso salto, do grand arabesque que só ele sabe dar, enriquecendo a dança com a surpresa e a inovação. Para isto é preciso estarmos abertos as inovações , senão não compreenderemos nada e nos espatifaremos no chão...
Urano fica dançando num signo durante 7 anos. E está agora em Peixes, signo que não combina muito com sua luz fulgurante, pois Peixes refrata a luz e esta perde em brilho. Mas podemos resgatar nos sonhos o que não percebermos imediatamente. Creio que esta posição nos traz muitos recados do inconsciente coletivo através dos sonhos. Sua dança torna-se mais lenta neste signo.

E Netuno no signo de Aquário, concomitante, reduz ainda mais o fulgor aquariano /uraniano. Netuno , rei do fundo do mar , confunde , nubla , engana. Não por malícia, mas por desejo de se unir ao mais que nós, a nossa alma anseia pelo paraíso perdido e busca , nunca encontrando se a busca é exterior , pois o Santo Graal , encontra-se dentro de nós...Netuno dança por 14 anos num signo e muitos são influenciados por ele da mesma forma , buscando sempre a melhor promessa que aquele signo encerra em si.E Aquário é o céu, o Anjo , o Homem.Mas estes não estão no além, estão cá dentro...

Por fim chegamos a Plutão, o deus da transformação, da transubstanciação, por se o grão não morre, não há colheita futura. Após sua longa estada em Sagitário, eis que inicia sua entrada em Capricórnio.

Não sabemos ainda como é sua dança neste signo, pois a validade do símbolo só é vivida após o reconhecimento pela humanidade, e Plutão foi descoberto em 1930 no signo de Câncer. Neste momento sua transformação fez-se sentir pela mulher e todos os valores femininos. E o verdadeiro feminismo começou nesta época, não por moda, mas por necessidade, característica de Plutão/ Escorpião. Por conta da guerra as mulheres foram obrigadas a trabalhar fora de casa para sustentar suas famílias, já que os maridos estavam fora e outros jamais voltaram. A morte do antigo padrão feminino foi decretada por Plutão, ao qual atribui o papel na coreografia daquele que fecha as cortinas ao fim do espetáculo. Ele não dança, ele dá o tom e o ritmo. E decreta o fim e o reinício, desde que tenhamos já em mente a próxima coreografia, ou ficaremos repetindo pela eternidade o velho papel sem função ou desgastado pela repetição inócua e desprovida de sentido.

É curioso notar que justamente quando Plutão faz a meia volta do zodíaco, de Câncer a Capricórnio, ele seja rebaixado a planeta anão... É mais interessante ainda ver como seu mito confirma > parte do ano na superfície, parte no subterrâneo... E agora ele está voltando para dentro da terra, justo no signo de terra e onde esta é cultuada como de prestígio e maestria profissional e status social... Podemos pensar que os valores e riquezas do nosso solo e subsolo irão realmente desaparecer, senão tivermos os cuidados de sua contra parte materna, Câncer, a zelar. Desperdícios deverão ser banidos. O essencial para que cada um tenha sua parte de direito e de fato.

Também gosto da idéia que o símbolo de Capricórnio é um animal fabuloso, representado na parte superior por uma cabra e sua metade inferior por uma cauda de peixe. Neste caso estaria perfeitamente explicado o “desaparecimento” de Plutão. Ele não precisa agir aqui se mostrando, é na profundeza da terra, e o mar está incluído, pois abaixo das águas também encontramos terra, ou seja, todo o nosso planeta chamado Terra e composto de tanta água que a vida será preservada e mantida.

Plutão e Saturno são duros e impiedosos, mas seu propósito é sempre a preservação e a eliminação do que não serve mais para que o novo se instale...

Uma nova Era começa, com pequenos passos...

E vamos esperar ver o grande espetáculo de Plutão em Capricórnio, Urano em Áries e Netuno em Peixes...

E rogar aos Anjos que continuem nos guiando com seu amor, pois estes em todas as religiões, mitos e lugares em todas as épocas mantiveram seu caráter simbólico de beleza e pureza máximo.

Paz para todos...


Texto enviado por:
Madalena

http://fiodavida.blogspot.com

Publicado neste site em 08/05/2008

Vega Plus Online


Publique o seu texto

  • Envie o seu texto para o e-mail


Voltar
Voltar à lista de artigos